4 de janeiro de 2014

Bases alternativas para animar o sábadão!

Olá! Como estão de sábado?
Aqui tá um calorão que desanima... Mas mesmo assim não dá pra parar, então vamos ao nosso vídeo de hoje?
Há algum tempo eu fiz um vídeo sobre as bases alternativas que fez sucesso aqui e no grupo. Aconteceram alguns probleminhas e eu tive que tirá-lo do ar. Maaaaaaaaaaaaas, estou voltando com um novo vídeo para ensinar vocês, ávidas cortadoras de papel, a fazer suas próprias bases e economizar um bom dinheiro. O custo de cada base está abaixo de R$ 5,00!!!

Então, vamos separar os materiais?
Vamos usar:

- folha de acetato tamanho A2 (a gramatura fica próxima de 175, 180 gramas, leve sua base original para ter certeza de que a gramatura é parecida);
- tesoura;
- fita crepe de boa qualidade
- caneta permanente, daquelas de escrever em Cds;
- régua;
- spray de cola reposicionável Spray Mount da 3M.

No vídeo, eu faço uma base menor com o que sobra da folha de acetato que usei para fazer uma base tamanho padrão. O procedimento é o mesmo para os dois tamanhos.
Vamos lá?

Eu uno a minha base original com a folha de acetato usando pequenos pedaços de fita crepe, de forma a ficar seguro para cortar no tamanho certo.
Depois de unir as duas peças, eu corto com a tesoura para deixá-las na mesma medida. Acho mais seguro usar a tesoura, já que com o estilete podemos passar sobre a nossa base original e acabar estragando-a.
Ainda com as bases unidas, faço as linhas-guia com a caneta permanente e a régua. Essas linhas nos ajudam quando usamos papéis menores e retalhos, e até mesmo quando queremos cortar papéis diferentes de uma vez só.
Depois de desenhar as linhas, separo as folhas de acetato e agora vamos usar só a base alternativa.
Com a fita crepe, protejo as laterais e as partes de cima de baixo (no caso de fazer a sua base padrão). Coloco a fita crepe bem rente às linhas externas para que a cola aplicada permita que o papel também fique ajustado na hora do corte.
No próximo passo, recomendo duas coisas:

- Passe a cola na base ao ar livre, fora da sua casa.
- NUNCA passe o spray na base em cima da sua mesa/bancada de trabalho!

Recomendações dadas, vamos passar a cola na base. Apoio a base na minha mão e cubro toda a base com uma camada fina de cola, de forma uniforme. Não precisa apertar muito, pois se a pressão for muito forte você vai desperdiçar cola e não ficará uniforme. Aqui, a gente percebe que a base fica geladinha. É normal!
Se ficar alguma falha, tente aplicar a cola nessa falha antes de reaplicar outra camada. A base deverá ficar opaca e sem falhas!
Quando é a primeira aplicação, espero de uma dia para o outro para usar essa base. Quando estou reaplicando a cola, espero uns 10~20 minutos para usá-la.
Não aplique muita cola na sua base, não há necessidade nenhuma de passar um monte de cola e depois ter que tirar passando o antebraço (como alguém já ensinou) ou lenços umedecidos.

Feito isso, bom, é Silhouette mode on!

No vídeo, vemos a aplicação prática de tuuuuuuuuuuuudo isso que eu escrevi aí em cima:





PS: Todos os meus materiais eu compro na Papel de Papel Jardim, que é a loja física e especializada em scrapbooking aqui em Londrina. O acetato e o Spray Mount vocês conseguem comprar no site deles também, pra quem não mora em Londrina e proximidades.

Papel de Papel Jardim

Papel de Papel


Jaque Maeoka

Esta publicação foi feita por mim e qualquer postagem relacionada será um elogio.
Mas a cópia é crime e cabe punição prevista em lei. Mesmo no nosso país.

Valeu a dica ou tem dúvida?
Conta aí!


8 comentários:

  1. Obrigada!!!! por compartilhar uma aprendizado tão valioso!!!! e pode fazer mais vídeos pq esse ficou nota 10!!!!!!! bjim ♥

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Adê... você é uma querida!
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Oi só agora que te achei kkkk e achei tudo muito legal vou fazer a minha base, sou nova no ramo da Sil. Obrigada por compartilhar.bju.

    ResponderExcluir